quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Summertime

"Summertime
I go back there in my mind
And oh how it gets me everytime

All the flowers growing wild
Kissing underneath the moonlight
Discovering things we thought we'd never find
When I was yours and baby you were mine
Summertime

I am sitting on my backporch
And I'm wondering where you are..."

Desabafo meu.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Wish You Were Here

"We all get at least one good wish a year. Over the candles on our birthday. Some of us throw in more. On eyelashes, fountains, lucky stars, and every now and then, one of those wishes comes true. So what then? Is it is as good as we'd hoped? Do we bask in the warm glow of our happiness? Or, do we just notice we've got a long list of other wishes waiting to be wished?
We don't wish for the easy stuff. We wish for big things. Things that are ambitious, out of reach. We wish because we need help and we're scared and we know we may be asking too much. We still wish, though, because sometimes they come true."

Grey's Anatomy
Season 5

All By Myself

"We enter the world alone and we leave it alone and everything that happens in between we owe it to ourselves to find a little company. We need help, we need support, otherwise we are in it by ourselves. Strangers, cut off from each other, and we forget, just how connected we all are. So instead, we choose love, we choose life, and, for a moment, we feel just a little bit less alone."

Grey's Anatomy
Season 5

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

In the Midnight Hour

"When you're little, night time is scary because there are monsters hiding right under the bed. When you get older, the monsters, are different... self doubt, loneliness, regret... and though you may be older and wiser, you still find yourself scared of the dark.
Sleep. It's the easiest thing to do. You just... close your eyes. But for so many of us, sleep seems out of our grasp. We want it, but, we don't know how to get it. But once we face our demons, face our fears, and turn to each other for help, night time is not so scary, because we realize, we are not all alone in the dark."

Grey's Anatomy
Season 5

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Você é...

"Você é os brinquedos que brincou, as gírias que usava, você é os nervos a flor da pele no vestibular, os segredos que guardou, você é sua praia preferida, Garopaba, Maresias, Ipanema, você é o renascido depois do acidente que escapou, aquele amor atordoado que viveu, a conversa séria que teve um dia com seu pai, você é o que você lembra.
Você é a saudade que sente da sua mãe, o sonho desfeito quase no altar, a infância que você recorda, a dor de não ter dado certo, de não ter falado na hora, você é aquilo que foi amputado no passado, a emoção de um trecho de livro, a cena de rua que lhe arrancou lágrimas, você é o que você chora.
Você é o abraço inesperado, a força dada para o amigo que precisa, você é o pelo do braço que eriça, a sensibilidade que grita, o carinho que permuta, você é as palavras ditas para ajudar, os gritos destrancados da garganta, os pedaços que junta, você é o orgasmo, a gargalhada, o beijo, você é o que você desnuda.
Você é a raiva de não ter alcançado, a impotência de não conseguir mudar, você é o desprezo pelo o que os outros mentem, o desapontamento com o governo, o ódio que tudo isso dá, você é aquele que rema, que cansado não desiste, você é a indignação com o lixo jogado do carro, a ardência da revolta, você é o que você queima.
Você é aquilo que reinvidica, o que consegue gerar através da sua verdade e da sua luta, você é os direitos que tem, os deveres que se obriga, você é a estrada por onde corre atrás, serpenteia, atalha, busca, você é o que você pleiteia.
Você não é só o que come e o que veste. Você é o que você requer, recruta, rabisca, traga, goza e lê. Você é o que ninguém vê."

Martha Medeiros

Photo by Eliot

Brin

sábado, 22 de agosto de 2009

It's all about faith

Dois dias atrás aconteceu uma coisa louca comigo. Mas uma coisa louca boa, que me fez chorar que nem criança, incontrolavelmente. E posso dizer que foi uma das coisas mais incríveis que já me aconteceu!
Alguns meses atrás, perdi minha avó paterna, que também era minha madrinha. Foi tudo muito difícil, pois ela sempre foi muito forte e nunca tive dúvidas de que aquela véinha ainda ia viver muito. O que mais doeu, foi o fato de estar longe e não ter tido a oportunidade de me despedir. Já fazia um ano que não nos víamos. Nos falamos no telenofe duas semanas antes dela falecer, e ela morreu uma semana antes de eu chegar no Brasil. Éramos muito ligadas e minha mãe contava que ela sofria muito pelo fato de eu estar morando em outro pais, sem data definida pra voltar... lembrar disso depois que ela se foi, me corta o coração.
Duas semanas atrás, minha mãe estava mexendo em uns livros de receita dessa minha vó e achou uma carta, que ela tinha começado a escrever pra mim. Ela não terminou de escrever, mas só o que escreveu mexeu demais comigo. Foi uma despedida e ficará para sempre como uma grande lembrança.
O sinal, foi relacionado a essa carta e outros detalhes. Acho muito pessoal pra escrever aqui, mas agora posso dizer que acredito em mágica, na mais forte delas. Sei que minha vó está comigo o tempo todo. É meu anjo e me mandou esse sinal como maior prova disso.
E como diz meu irmão: It's all about faith.

Saudades... todos os dias.

Photo by Christian

Brin

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Diria


"Aproveite meu filho
Que isso passa
Deixe-se livre
Apaixone-se
São vários os sabores
Os amores
Conheça os lugares
As estórias dos lugares
Conheça a você mesmo
Não pense que o tempo lhe trará
Ele só lhe dá oportunidades

Aproveite meu filho
Viva com seus amigos
Tente estar sempre com eles
Pois a vida lhe dará sempre um presente
Mesmo quando eles estiverem ausentes
Procure escutar mais que falar
Esteja atento às mudanças
Olhe sempre antes de atravessar
Beba com sabedoria
E eu diria
Sempre sorria!"

Erico Alves
Visitem: http://ericocos.blogspot.com/

Photo by Samantha Reyes
Visitem: http://www.flickr.com/photos/sammielita/

Brin